Eduarda e Fernando | Experiência Profissional na Noruega

Próximo destino…Noruega! A aventura da Eduarda e do Fernando começou bem antes da viagem. Quando o casal de namorados conheceu a VidaEdu, estava longe de imaginar o que esta experiência lhes podia trazer, mas lá iremos. Se também já pensou em ter uma experiência internacional, não deixe que o medo defina os seus passos. Foi o que estes dois portugueses fizeram ainda que com algum receio das dificuldades que poderiam encontrar, mas a força de ambos fez com que não desistissem de fazer uma viagem única num país diferente.

“Acreditamos que sem a VidaEdu esta experiência só seria realizada daqui a muito tempo”

Visitaram a Noruega em 2011 e três anos depois, decidiram voltar… Desta vez, para fazer um Estágio e com a ajuda da VidaEdu, tudo isso foi possível rapidamente. O processo de inscrição no Programa é explicado na 1ª pessoa no blogue “Wich Way? Norway!”.

Com percursos de vida diferentes, ambos acreditaram que uma experiência neste país nórdico iria ser uma aprendizagem para o futuro de ambos. Chegados à Noruega, esperava-os o calor das pessoas que os receberam num país tão frio na sua casa, uma quinta que eles não irão mais esquecer. O quarto estava completamente equipado e com um frigorífico pronto para eles encherem de gulodices… Assim fizeram!

O objetivo deste casal nunca foi só ganhar dinheiro mas sim conhecer uma cultura diferente. A maior diferença, dizem, foi a forma como as pessoas se cumprimentam, “na Noruega toda a gente se cumprimenta com um aperto de mão, até crianças”. Afinal, estas diferenças culturais, encontravam-nas no dia a dia. Um dia a dia em que era passado a “cuidar dos animais e tratar de todos os assuntos da quinta, iniciávamos o trabalho às 8:30 e às 15:00 terminávamos”, descrevem.

Depois do trabalho, vinha o lazer…

“O carro de trabalho estava sempre disponível para nós, por isso aproveitávamos para ir passear ou para dar um salto ao centro comercial”

Conheceram 3 países, mais de 15 cidades e ainda aproveitaram uma viagem de trabalho (com 10 horas de caminho) para conhecer vários pontos do país. Deixamos-vos alguns exemplos das cidades norueguesas que conheceram: Arnes, Stavanger, Sandnes, Lillehammer, Oslo, Kongsvinger, Slastad, As, Ski, Kristiansand, Skarnes.

“Todos os dias havia algo novo”

Estas pequenas aventuras, transformaram-se numa grande aventura! Viajaram sempre juntos… Mas será que esta experiência teria sido diferente, caso não fossem um com o outro? Não o definem como essencial pois admitem que “não nos sentimos sozinhos, tivemos sempre acompanhados por outros colegas (…) o Fernando foi fundamental em músculos!”, conclui Eduarda com orgulho nos dotes físicos do namorado.

Neste tipo de experiência, existem sempre as vitórias…

“O dia que mais nos marcou foi quando as nossas anfitriãs nos convidaram para um jantar na mansão de uma das proprietárias e onde nos foram servidos vários pratos, vários vinhos, champanhe.  Isto porque nós terminámos o maior projeto de vedação alguma vez realizado na quinta e mais rápido do que imaginado”.

E as barreiras que surgem no caminho para ultrapassar…

“A maior dificuldade que tivemos foi quando as vacas fugiam constantemente dos recintos, até que houve um dia que trabalhámos até bastante tarde para preparar uma vedação elétrica que as impedia de fugir. Foi um dia super trabalhoso e cansativo ao extremo”.

 

A língua às vezes também se pode tornar numa barreira.  A Eduarda tem familiares noruegueses e estava já habituada desde pequena a ouvir a língua. O mesmo não se passava com o Fernando que teve que aprender do zero.

“Uma frase que o Fernando adorou aprender – “Røde bær med pisket flote”

“Esta frase tem todas as letras “a mais” que a Língua norueguesa tem e a portuguesa não”, afirma Eduarda. O significado é: bagas vermelhas com chantilly… Sim, nós também não percebemos mas afinal esta é uma piada entre eles e a família norueguesa e só eles sabem o significado porque o que acontece na Noruega, fica na Noruega.

Brincadeiras à parte, passados 114 dias, e regressados a Portugal, não têm dúvidas que o futuro passa pela Noruega, onde pretendem frequentar o último ano na Universidade de Oslo. Uma experiência que descrevem como “ÚNICA FUNDAMENTAL, BENÉFICA e DIFERENTE”…

Eduarda e Fernando, 13/02/2015

Saiba mais sobre os Estágios na Noruega.   Veja mais testemunhos.